Search

LINHAS LEY E OS PORTAIS DE LUZ DA TERRA




Também conhecidas como linhas do dragão, são alinhamentos retos trançados entre várias estruturas históricas e pontos de referência energética importantes espalhados pela Terra.


Existe inclusive uma teoria de que pássaros, peixes e animais usam as linhas como uma bússola, a magnetita está no cérebro de humanos e animais e influencia o senso de direção.


Em 1921, um certo Alfred Watkins leu um artigo para o Woolhope Club, em Herefordshire, e expôs sua teoria sobre as primeiras trilhas britânicas, fossos, montes, acampamentos e locais históricos.


Ele falou sobre um novo conceito que ele descreveu como o velho caminho reto, ele explicou que estas eram rotas comerciais pré-históricas baseadas em linhas retas entre uma variedade de pontos de observação.


Ele foi autor de vários livros sobre o assunto, The Ley Hunters Manual, Early British Track, Arcaic Track em Cambridge e The Old Straight Track (ainda impresso).


As linhas Ley também são conhecidas por linhas do dragão ou dois grandes círculos do dragão segundo Robert Coon, considerada linhas de energia vivas, que se movimentam através dos pontos de força da Terra como serpentes/ dragões vibracionais.


A Terra tem seu próprio sistema nervoso e artérias de circulação.


Muitas culturas desenvolveram sistemas para trabalhar com essas linhas de energia.


Na Europa, a pesquisa sobre linhas de transmissão começou na Inglaterra e na Alemanha nas décadas de 1920 e 1930.

Os chineses desenvolveram a arte do Feng Shui.

Os aborígines australianos têm suas linhas de música.


Essas linhas têm diferentes comprimentos e larguras. No corpo humano existem vasos sanguíneos microscópicos e a grande artéria cardíaca da aorta. Equivalentes à aorta na Terra são as duas grandes artérias ley que circundam o planeta.


Em um mapa plano do mundo, esses dois círculos formam a imagem de um símbolo do infinito, ou uma figura oito inclinada de lado. Esses rios da vida conectam muitos dos grandes locais sagrados continentais entre si. Eles fluem sobre a terra e a água e não são obstruídos pelas fronteiras humanas. Existem quatro grandes rodas giratórias que se assemelham a polias, em torno das quais os dois eixos se movem. Os principais chakras nessas linhas são conhecidos como “Driver Wheels”, pois dirigem a força em qualquer direção ao longo dos caminhos do dragão.





Um círculo do dragão é yin, ou feminino - a serpente arco-íris. Isso começou a cercar o mundo em um volume maior de fluxo de vida em 22 de abril de 1984. O segundo círculo do dragão é yang, ou masculino, e é chamado de serpente emplumada ou quetzalcoatl. Ele mudou para um fluxo mais alto em 17 de agosto de 1987. Com as duas artérias mundiais agora ativas, todos os chakras da Terra são capazes de se expandir para raios maiores.


Os chakras cardinais da terra e os principais locais incluídos nestes caminhos, que estão nestas linhas ley, são: Caminho da serpente do arco-íris - Uluru e Kata Tjuta, Bali, MT. Kailas, Sergiev Posad, Glastonbury e Shaftesbury e Lago Titicaca. Caminho da serpente Quetzalcoatl - El Tule Tree, MT. Shasta, MT. Fuji, Bali e Lago Titcaca.


Observe que esses dois círculos se cruzam no Chakra Dois, Lago Titicaca e no Centro Mundial de Purificação, Bali.


Quando estes pontos estão todos em harmonia, a qualidade de vida de todos os habitantes do planeta e levada para outro nível. Quando estamos vibrando em guerras, fome, tensões, o potencial de qualidade de vida do planeta e restringido.


Segundo Kryon, nos caminhos das linhas a partir da Convergência harmônica em 1987 e no portal 21/12/2012 receberam ativações nos Nodos e Nulos, ou seja em pontos de força da Terra foram abertas cápsulas de informações para expansão de consciência da humanidade, pois nestes dois importantes períodos recentes, escolhemos ascender e evoluir, e estas informações começaram a ser enviadas para o nosso campo energético através da grade cristalina da Terra, das linhas ley, em fluxo harmônico de energia, para auxiliar no nosso despertar e cura do Sagrado Feminino, a energia da Grande mãe do amor e da compaixão, se restabelecendo sobre Gaia e trazendo de volta o equilíbrio entre masculino e feminino, e conexão com a consciência Divina, para assim experienciamos o paraíso na Terra.


Vamos conhecer agora, segundo Robert Coon , no livro Earth Chakras, os principais chakras e portais da Terra que auxiliam em toda esta conexão e expansão:

Chakras:

  1. Chakra Base: Monte Shasta – Gera a força da Vida Universal antes do seu Ambiente em Formas biológicas.

  2. Chakra Sacral: Lago Titicaca – Regula a introdução de novas espécies e grandes avanços evolutivos para a vida na Terra.

  3. Chakra Plexo Solar: Uluru and kata Tjuta: Mantém a vitalidade e aumenta a saúde de todos os seres individuais.

  4. Chakra Cardíaco: Glastonburt e Shaftesbury – Desenvolve a capacidade das formas de vida individuais de interagir entre si, com amor e compaixão, para aumentar as frequências de toda a vida na Terra.

  5. Chakra da Garganta: Grande Pyramid, Monte Sinai e Monte das Olivas: 1. Ativa os capazes de ter uma comunicação direta com o Espírito da Terra, a fim de entender sua vontade e alinhar-se a esse propósito. Diálogo entre a forma de vida do hospedeiro - A Terra e todos os seres vivos dependentes.

  6. Chakra do Terceiro olho: Centro de Ativação do poder da Eternidade e da suprema divindade: E móvel, no momento está conectado a mesma região do Chakra Cardíaco. Permite que os indivíduos participem das principais fases do avanço da vida na Terra, por períodos maiores.

  7. Chakra da Coroa: Monte Kailas – 1. Permite que uma unidade completa seja estabelecida entre o propósito evolutivo da Terra e o objetivo individual, em dedicação à superação de toda entropia, à eternização de toda a vida.





Os Quatro elementos:


  1. Terra: Table Mountain, Cape Town, África da Sul

  2. Agua: Rotopounamu, Ilha Norte, Nova Zelandia

  3. Ar: Grande Pirâmide, Monte Sinai, e Monte da Olivas

  4. Fogo: Cratera Haleakala, Maui, Hawaii






A fundação dos 12 portais do mundo:


  1. Bali, Indonésia – Centro de purificação do mundo

  2. El Tule e Palenque, México – Centro de Harmonia e Balanco interior

  3. Monte Fuji , Japão – Centro da Beleza e Imortalidade





O 13 Portal – Surgindo com o equilíbrio dos outros 12:

  1. Sergiev Posad – Danilov, Russia – Centro de Sintesis do mundo.





Nós Somos centelhas divinas e filho de Gaia, nossos corpos físicos e energéticos são extensões de Deus de Gaia, somos todos um envolvidos no grande amor universal. Não existe separação, foram ilusões que criamos.


Somos todo luz.


Aho.







0 views

Get in touch

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Social media

Follow us: